Pular para o conteúdo

INFLAÇÃO

2017-03-16

Inflação não é “meta de governo”, mas resultado de MERCADO.

Se o MERCADO É LIVRE para atuar a inflação será a menor possível, pois menos efeitos externos serão sentidos pelos agentes do MERCADO.

A intervenção tem de acabar e ser proibido pela CF criar ou alterar alíquota de imposto ou contribuição.

Precisamos de uma CONTRIBUIÇÃO FEDERATIVA de 3% para o município, 3% para a UF, 3% para a Federação e 1% para um FUNDO FEDERAL DE EMERGÊNCIA.

IMPOSTOS serão admitidos se criados na jurisdição da CIDADE (MUNICÍPIO) e o município deve ser PROIBIDO de fazer empréstimos financeiros.

Os partidos políticos devem competir com o Plano Plurianual e apresentá-lo às vésperas da eleição, assim, o povo vota no PPA e no partido que assume o compromisso de cumpri-lo.

Assim, não haverá mais orçamento da UF e Federal, pois ambos terão de viver da Contribuição Federativa.

Na cidade, o orçamento será de responsabilidade do povo e seus eleitos.

Com o fim do orçamento à disposição dos eleitos, acaba a corrupção.

Os gastos serão feitos apenas na prefeitura, sob os olhos do povo, que decidirá o que deverá pagar.

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: