Skip to content

A extrema-direita europeia pode repetir as atrocidades do nazismo?

19 de junho de 2015

A extrema-direita europeia pode repetir as atrocidades do nazismo?

Publicado em Quinta, 18 Junho 2015 17:32

União Europeia – Diário Liberdade – [Alejandro Acosta, Fotos de Cristian Acosta] O campo de extermínio de Auschwitz foi a maior máquina industrial de assassinatos em massa que o mundo já conheceu. Eram três campos. O primeiro é o que aparece nos filmes. Hoje, são vários conjuntos de prédios, um do lado do outro, totalmente reconstruídos, e com exposições em vários deles. O clima que o lugar passa está muito distante do que foi a realidade, conforme vários testemunhos de sobreviventes. Já o Campo 2 é horroroso em todos os sentidos.

Lembrando que a mesma União Européia, em 2008, financiou a maior denúncia histórica contra o SOCIALISMO e o COMUNISMO, denunciando o HOLODOMOR, inclusive com depoimentos de sobreviventes.


Berkinau se encontra a apenas dois quilômetros do Campo 1. A extensão é gigantesca, vários quilômetros quadrados. Estava cheio de câmaras de gás, crematórios, locais para queimarem os prisioneiros ao ar livre etc. Aqui aconteceu a única revolta armada, quando um grupo de 450 poloneses, prisioneiros políticos responsáveis por despejar as cinzas dos cremados, enfrentou a SS.

A extrema-direita é como um cachorro louco. Ela se encontra acorrentada. Quando ela é colocada em cena, fica difícil controlá-la.

Grifos nossos.

A expressão “extrema-direita” deve ser aplicada aos nacional-socialistas (alemães) E aos internacionais-socialistas (russos/soviéticos) – proletários do mundo, uni-vos -, pois são, AMBOS, socialistas (proletaristas, acreditam na existência de um deus chamado proletário).

Quanto à ferocidade, também é mentira dizer que Hitler foi o pior, pois matou 6.000.000 de judeus em 12 anos, enquanto Stálin matou 7.000.000 (25% de um povo inteiro) de ucranianos em UM INVERNO, entre 1932/33.

Quanto à “humanidade” do socialismo, os nazistas matavam com tiro ou gás (praticamente indolor, conforme outro prócere do socialismo, escritor famoso nas conversas “progressistas”, que pediu aos cientistas que inventassem um gás “humanitário”, no que foi atendido pelos cientistas nazistas) enquanto os socialistas/comunistas mataram 7.000.000 de ucranianos pela FOME.

Quanto aos campos de concentração, não foi invenção dos alemães; foram os russos que inventaram os campos de extermínio em massa, com Lênin, e depois Stálin manteve todos funcionando na Europa conquistada. Campos de concentração originais comunistas são, hoje, cidades, nas planícies gélidas da Rússia.

A propaganda demagógica da extrema-direita1

A extrema-direita europeia raramente reivindica o nazismo2. O máximo que chega a fazer é compará-lo com o estalinismo e dizer que Stalin3 matou tanta gente como Hitler. As clássicas bandeiras levantadas são o repúdio dos imigrantes, principalmente dos ciganos e outras minorias, contra a União Europeia e contra os planos de austeridade. Sobre esta base, tenta estabelecer uma base eleitoral, principalmente na classe média.

O medo dos nativos – nos países que são procurados pelos refugidos – é perfeitamente compreensível.

Os árabes estão em Guerra Santa contra o ocidente usando a mais completa arma de destruição de massa: o sexo.

Uma fêmea árabe tem proles de 16, ou mais, filhos, enquanto as mulheres ocidentais têm um, se tem.

Em Chicago, terra natal do presidente dos USA, a taxa de natalidade nativa é de 1,6, e a dos árabes é de 16.

A França será uma república muçulmana em 45 anos, isto é, o Quran será a lei na França.

Os fugitivos dos países sub-desenvolvidos, mas especialmente os que têm uma religião anti-ocidental, procuran os países que consideram seus inimigos.

A fobia pelos estrangeiros é justificada, pois eles procuram um país com os serviços e estruturas que eles não têm capacidade de produzir em seus países de origem. É mais fácil … herdar … a obra dos outros e não ter de pagar para construir.

E, a exemplo do autor, usam a filosofica dos DIREITOS HUMANOS e dos DIREITOS INDIVIDUAIS para se locupletar e destruir justamente isto.

Ainda não apareceram na Europa milícias fascistas de peso. Algumas tentativas têm recuado. Na Grécia, o Aurora Dourada precisou de uma ajudazinha do estado para evitar ser massacrado, após alguns dos seus militantes terem assassinado um conhecido cantor de rap. Mas a demagogia fascista não deve ser confundida com o caráter de classe do fascismo.

O fascismo representa a ideologia da classe média desesperada4 perante o aprofundamento da crise capitalista. Ele tenta promover o apoio recrutando elementos de classe média e lumpens, que estão na margem da sociedade, com o objetivo de promover tropas de choque que lhe possibilitem chegar ao poder. Assim aconteceu na Itália, na Alemanha e, mais recentemente, o caso clássico foi visto na Ucrânia.

Quando o fascismo chega ao poder5, alavancado pelo apoio econômico do grande capital, ele se burocratiza rapidamente e passa a se valer do aparato de estado.6 Hitler, em pouco tempo, liquidou as SA e as substituiu pelas SS. No Estado Novo (1937-1945), no Brasil, Getúlio Vargas colocou de lado o Integralismo. Na Ucrânia, os atuais seguidores de Stepan Bandeira foram contidos pelo imperialismo europeu e norte-americano, apesar de terem vários cargos muito importantes no governo (como o primeiro-ministro, que é um figurão do partido de extrema-direita Svoboda).7

Um novo colapso capitalista no próximo período

Para o próximo período, está colocado um novo colapso econômico de dimensões muito maiores que o de 20088.

As previsões do fim do capitalismo acompanham o fim do mundo. Nunca vão acontecer. Estas análises baratas e superficiais da economia nacional e internacional têm o objetivo de falsificar previsões “razoáveis”, isto é, fazem parecer que é possível que aconteça, mas nunca mostram os dados em que se baseiam para fazer os prognósticos.

O endividamento público atingiu níveis apocalípticos, o que dificultará o resgate das empresas em bancarrota. Segundo um relatório do Congresso dos Estados Unidos, somente entre 2007 e 2010, foram usados US$ 16 trilhões para salvar os monopólios. Não por acaso, a dívida pública norte-americana acumulou, nos dois governos de Barack Obama, o triplo do que tinha sido acumulado em 250 anos; passou de US$ 6 trilhões para mais de US$ 18 trilhões.

A especulação financeira representa o coração do capitalismo. Somente os ultranefastos derivativos financeiros movimentam 15 vezes o PIB total da economia mundial. Para isso, os monopólios contam com repasses ilimitados de dinheiro dos bancos centrais a taxa próximas a 0% e, em alguns países, negativas. O conhecido economista Nouriel Roubini, que previu o colapso de 2008 em detalhes, já em 2006, previu, no início deste ano, para o próximo ano, o estouro da mãe das bolhas financeiras (justamente, as emissões obscenas de dinheiro podre) que deverá implodir as demais bolhas e provocar uma nova crise mundial que fará parecer todas as anteriores um jogo de crianças.

Para as 150 famílias que dominam o mundo, ou seja, a burguesia que controla os monopólios, que são os donos da economia mundial, se trata de uma operação de “salve-se quem puder”. Tudo é válido para salvar os privilégios. Se for preciso matar mais um milhão de pessoas para se apoderar do petróleo no Iraque, qual é o problema?

Esta postura genocida está muito bem comprovada pelos sociopatas comunistas que exterminaram mais de 150 milhões de pessoas para implantar o comunismo em todo o mundo. Marx propôs o extermínio de TODOS OS POVOS que estivessem dois estágios anteriores ao comunismo, em desenvolvimento humano e social. Adivinhe, leitor, o estágio em que você está … agora.

E da mesma maneira, qual seria o problema de matar mais 100 milhões de pessoas, ou mais, numa nova guerra nuclear?9

Fascismo: arma dos monopólios contra o movimento operário

O fascismo é um fenômeno que deverá continuar crescendo no próximo período. Ainda usando altas doses de demagogia. A demagogia também foi usada em altas doses por Hitler, assim como é usada hoje em doses talvez maiores. Não se trata de um problema moral, mas de um problema objetivo, material, que tem a base na economia.10

O fascismo11 ainda está por aqui12.

O comunismo soviético foi implantado na Rússia Imperial, com a imensa maioria da população no analfabetismo e miséria. O comunismo, segundo o Mensaleiro-mor Marx, deveria vir como a evolução do capitalismo. Mas foi implantado na Rússia e na China, dois países miseráveis e muito, muito pré-capitalistas.

A pacificação das massas, tal como ainda a conhecemos hoje, se tornará, inevitavelmente, no futuro, coisa do passado. E como a burguesia13 poderá contê-la? A resposta está justamente no fascismo14.

A única maneira efetiva para enfrentar o fascismo é nas ruas. (Grifos nossos. Ver item 8) Quem pode enfrentá-lo são os trabalhadores que representam a esmagadora maioria da população. Mas para isso, eles precisam acordar. E o melhor despertador é o aprofundamento da crise econômica.

Ou seja, o autor está dizendo que é certo o que a história e a economia contemporấneas mostraram que não existe: a luta de classes.

Este comunista é um neo-comunista – melhor dizendo neo-feudalista -, pois não assume que é comunista, não usa, mais, as palavras marcadas pela história de genocídio, usam meias-palavras e subterfúgios para manter o discurso comunista e corruPTO.

Nada impede os “trabalhadores” de fazerem a mesma coisa que os “capitalistas” fazem, porque não o fazem?

Porque os corruPTos não fizeram nenhuma das revoluções que prometiam?

Porque não sabem. Porque se mudarem qualquer coisa acabam com tudo.

Eu sempre me lembro de um comandante que tivemos a oportunidade de conhecer, recentemente, em Donetsk. Ele era um simples programador de um banco estrangeiro. Quando ele viu o que os fascistas estavam promovendo a partir de Kiev, a capital da Ucrânia, simplesmente largou tudo, se juntou com mais 20 amigos, pegou em armas e se tornou um dos melhores comandantes em menos de um ano. A ascensão operária deverá evoluir, nos países avançados, de maneira similar. Quando “a água bater na bunda”, a situação material impulsionará a classe operária à luta. A burguesia tentará se valer do fascismo para conter a revolução.

O autor esquece – como todo comunista, quando não mente, “esquece” – que o fascismo foi criado por socialistas dissidentes do partido socialista da Itália. É o fascismo que implanta a economia sob a tutela do Estado, não são os “capitalistas” que produzem o fascismo.

O enfrentamento aberto das classes sociais antagônicas15 tem como base a economia.

A luta de classes não existe.

A questão é que a “esquerda” também não existe.

Os LIBERAIS vêem o Mundo a partir de um ponto de observação diferente. Não estamos mais submetidos ao mundo Clássico, Newtoniano.

Vivemos sob a incerteza na física e na sociologia, na política e na cultura.

Não temos uma ideologia linear, em que você está à direita ou à esquerda de um observador, que está, presume-se, CERTO; estamos em um referencial relativístico e quântico: não HÁ, há a probabilidade de haver.

Somos LIBERAIS porque temos uma visão de mundo baseada em um eco-sistema de ideias para a liberdade do indivíduo, não porque temos um fábio ou um marx – pequenos para o Universo que se nos apresenta sob o novo paradigma – e não nos pautamos pelas mesmices pobres dos que vivem numa linha … veja aqui o que é ser de direita ou de esquerda.

Se trata de um fenômeno histórico que não depende de uma ou outra pessoa. A roda da história avança sempre para frente16.

Alejandro Acosta está atualmente na Rússia acompanhando os acontecimentos geopolíticos na região como jornalista independente.

Resposta ao artigo

Vamos partes.

Preliminarmente:

1 – a União das Repúblicas Socialistas Conselheiras (soviet (ru) = conselho (br)) deflagrou a SGM como ALIADA à Alemanha de Hitler;

2 – Os conselheiros (soviéticos) são SOCIALISTAS/COMUNISTAS e internacionalistas (proletários do mundo, uni-vos!);

3 – o Partido Nacional-socialista dos Trabalhadores Alemães ( NAZI é a abreviatura do nome do partido, em alemão, por isto, nazists = nazistas ) se diferencia do Partico Comunista da URSS em apenas um aspecto: os conselheiros (soviéticos) são INTERNACIONALISTAS e os nazistas são NACIONALISTAS.

MAS SÃO MARXISTAS. Göebels disse que somente Hitler era maior que Marx, e que finalizou a obra de Marx).

4 – Rússia e Alemanha invadiram JUNTAS a Polônia, como ALIADOS;

5 – A Rússia financiou com recursos materiais e financeiros o armamentismo alemão, porque Stálin queira que a Alemanha invadisse a Europa e depois os comunistas seriam seus libertadores. Com a traição de Hitler, Stálin teve de decidir se enfrentaria duas frentes de batalha – uma contra os nazistas e outra contra os americanos -, que entrariam na guerra em 41 após o ataque japonês, ou se aliassem aos “capitalistas” para derrotar Hitler;

“A extrema-direita europeia raramente reivindica o nazismo. O máximo que chega a fazer é compará-lo com o estalinismo e dizer que Stalin matou tanta gente como Hitler”

6 – Stálin decidiu apoiar os “capitalistas” e obteve o perdão de tudo que tivesse feito ANTES da guerra. Por isto o HOLODOMOR não teve a mesma repercussão que o HOLOCAUSTO.

Por isto os comunistas NUNCA foram perseguidos pelos “capitalistas” nestes mais de 60 anos depois da SGM ter terminado – a Guerra Fria está mais quente que nunca.

Hitler passa por bad boy, mas matou 6.000.000 de judeus em 12 anos enquanto os soviéticos (bonzinhos) mataram 7.000.000.000 (25% do povo) ucranianos EM UM INVERNO (1932/33);

7 – NÃO EXISTE17 DIREITA18 NEM ESQUERDA19;

8 – A única maneira efetiva para enfrentar o fascismo é nas ruas;

NasRuas o Admirável Gado Novo anda em PROL e PROS mesmos privilégios – não há nada de NOVO nisto -, mugindo palavras de desordem política, promovendo a política apartidária, a ante-sala do fascismo.

Temos a palavra de Gene Sharp sobre como derrubar governos tirânicos: “As ditaduras existem porque o povo consente”.

No livro ele dá uma receita com 198 táticas de resistência pacífica.

O importante é parar a máquina do governo. Se os soldados não dispararem, se houver um curto circuito nas comunicações e o sistema de transporte parar, os ditadores poderão dar ordens, mas não acontecerá nada”.

Este método que Gene Sharp desenvolveu na década de 50 do século XX para ser aplicada em governo totalitários está sendo aplicada no Brasil por dissidentes comunistas (de oposição à corrente majoritária dos “trabalhadores”) para derrubar um governo legítimo. Comunistas não vencem em eleições, derrubam governos. Este tipo de ataque às instituições é feito em REDE.

O filme feito pela Comunidade Européia, www.TheSovietStory.com: Porque é que este filme importante20?

É porque mostra a natureza da NWO; embora a União Soviética tenha desabado, o modelo NWO Soviética está cada vez mais sendo implementado insidiosamente no oeste, incluindo os EUA sem que um único tiro tenha sido disparado!

Sucessivos governos, tanto Bush ou Obama, tomam medidas para expandir o setor estatal. A eugenia está firmemente na agenda; direitos estão sendo arrancados e a constituição é cada vez mais um pedaço de papel.

Se você perguntar por que tantos socialistas soam como Nazis e Neo Cons é porque muitos deles são membros das mesmas religiões da escola do mistério, como Maçonaria Livre.

Por que não carregar todo o filme?

Isto é devido a restrições do YouTube.

http:? //www.youtube.com/redirect q = htt …

Sem refutar as verdades duras na história soviética.

Aqueles que estão preocupados que uma vez que a história é distorcida, que muitas vezes nunca é corrigido, pode respirar mais fácil após um documentário surpreendentemente precisas estreou no domingo passado, no Centro Cultural da Ucrânia em Toronto.

Mesmo assim, The Soviet Story, feito há dois anos e mostrado na maior parte nos países bálticos e na Europa, resultou em protestos em trimestres comunistas. Jovem escritor e diretor do documentário, Edvin ronca, um letão, foi enforcado em efígie e denunciado como um mentiroso por alguns membros do Parlamento Europeu.

Um historiador russo lamentou publicamente ter participado no filme – um filme no qual ele não participou. Essa é a indignação.

The Economist instou “os que querem proibir isso deve tentar refutá-lo em primeiro lugar.”

Eu vi o filme (que estreou em os EUA há seis meses) e, sem rodeios colocar, ele não pode ser refutada. Rejeitado, talvez; ofensivo para algumas sensibilidades, talvez; horrível, sem dúvida; dolorosa, sem dúvida. Mas refutada? Impossível.

O tema central é a União Soviética sob Stalin Josef era o mentor de Hitler e os nazistas. Até Hitler ligado seu aliado, Stalin e da URSS eram sócios de Hitler na guerra, com um tratado para dividir a Europa uma vez que o problema traquina de derrotar a Grã-Bretanha tinha sido resolvido.

A maioria das pessoas não percebem – ou se esqueceu, ou nunca soube – quão perto Nazi propaganda emulado propaganda soviética – imagens similares de homens musculosos em cartazes, sorrindo mulheres jovens, todos trabalhando para a melhoria da humanidade, eliminando lixo humano como judeus, sérvios, Ciganos, mesmo escoceses!

A gênese de genocídio para livrar o mundo dos fracos ou indesejado, originou-se com Karl Marx que, por volta de 1849, escreveu: “Matar é justificado, especialmente se ele limpa a sociedade.”

Lênin concordou, Stalin expandiu o credo e Hitler copiou.

Nos primeiros dias da Segunda Guerra Mundial, os judeus que fugiram da Alemanha para a URSS foram presos pela NKVD e entregue aos nazistas.

Quando Hitler e Stalin diferiam na construção de uma sociedade pura e seres humanos melhores, era Hitler digressed a partir da fórmula de “guerra de classes” de Stalin e introduziu a “limpeza racial”. Hitler assistiu com inveja como o NKVD eliminado sete milhões de ucranianos, impondo primeira fome feita pelo homem do mundo sobre a Ucrânia em 1932-1933, confiscando todos os alimentos e fazer vendas recordes de grãos da Ucrânia para a Europa.

O mundo não prestou atenção – os poucos jornalistas que fizeram Malcolm Muggeridge () foram ignorados. O correspondente do New York Times em Moscou, Walter Duranty, ganhou um Prêmio Pulitzer por esquivando-se a fome.

A filmagem é medonho, mas convincente. Montanhas de corpos esfomeados esqueléticos são demolidos em valas comuns. Fotos vívidas de vítimas baleado na cabeça e caindo em valas comuns. Há floresta de Katyn, onde 20.000 reservistas poloneses foram baleados, alguns vivos enterrados em valas comuns, e nosso lado fingiu os alemães fizeram.

O mundo lembra os horrores dos campos de concentração nazistas, mas temos fome de esquecer, se pudermos, a 20-plus milhões que morreu no Gulag soviético no capricho de nosso aliado tempo de guerra, “Uncle Joe”.

Entre entrevistas Edvin ronca “estão envelhecendo as mulheres que lembram a fome, o massacre de suas famílias, o Gulag. Doloroso, mas essencial para gravar.

Com as gerações mais jovens relutantes em acreditar história, é importante haver uma fonte da verdade nua e crua.

Soviet Story, The (2008) Movie Script

VLADIMIR BUKOVSKY

Soviet dissident

NORMAN D AVIES historian,

Cambridge University

NIKOLAY MELNIK survivor of the 1932/33

Famine Potatoes, beets, cabbages.

Salted cabbages were taken

by the whole barrel.

All edible goods were taken away.

Everything!

VOLODIMIR SERGIYCHUK historian, University

of Kiev When the food was taken away,

peasants were also forbidden

to seek it elsewhere.

To buy, exchange or earn.

BORISS SOKOLOV historian They were dying.

And they were not allowed into the cities.

Special guard-squads prevented these

dying, starving people from

boarding the trains.

Many died right by the railways

leading to Kharkov, Kiev…

They entered a house and asked:

“where are your dead?”

There was only a half-dead

woman laying in the bed.

They said:

“Let’s take her! She will die anyway. “

“Why come after her tomorrow?”

She begged them: “Don’t take me.

I am still alive! I want to live!”

MARIA ZAGUTS survivor of the

They were all dumped into the grave.

The ground was moving.

This is a sacred place for me.

Because it is the resting

place of the Famine victims,

including my close relatives,

my grandmother.

PIERRE RIGOULOT historian,

Institut d’histoire Sociale, Paris

We must create a new man.

And a new life form

should appear!

FRANOISE THOM professor

of Modern History, Sorbonne

GEORGE WATSON literary

historian, Cambridge University

VLADIMIR BUKOVSKY

Soviet dissident

FRANOISE THOM professor

of Modern History, Sorbonne

You must all know half

a dozen of people at least,

who are of no use in this world.

Who are more trouble

than they are worth.

Just put them there and say:

“Now will you be kind enough

to justify your existence?”

“If you can’t justify your existence,

if you are not producing as much as

you consume or preferably more,

then clearly we cannot use our society

for the purpose of keeping you alive.

Because your life does not benefit us

and it can’t be of very

much use to yourself.

Let’s go and denounce them!

Then we can denounce even more

of them, the ones who are left.

Don’t be afraid to do it.

ALEXANDER GURYANOV “Memorial” society, Moscow In the 1930s

the technology of murder and executions was introduced.

Every administrative region

had a designated area

where corpses were to be buried.

A person was taken down

a corridor to the, Red corner”

There was the final ID check.

The victim had to identify himself.

Then he was led to that room.

When he entered, he was shot.

NIC OLAS WERTH co-author

of”The Black book of C ommunism”

VLADIMIR KARPOV former Soviet Colonel

Khrushchev asked to increase his quota!

He was allowed

to kill 7 or 8 thousand, enemies”

He asked:

“Please increase my quota to 17000.”

MIKHAIL GORBACHEV Soviet president Stalin

was awash in blood! I saw the death sentences,

which he signed in packages.

Together with Molotov,

Voroshilov, Kaganovich and Zhdanov.

They were the five most active.

Molotov would always add:

change “10 years” to “execution”.

Packages!

NATALIA LEBEDEVA historian As a result, in

NATALIA LEBEDEVA historian As a result, in

Can you imagine

the scale of repression

against their own people?!

VLADIMIR BUKOVSKY

Soviet dissident

SERGEY SLUCH historian According

to all norms of international law,

the decision of the Soviet

Government to invade Poland

was a clear act of aggression.

Red Army in 1939

NORMAN D AVIES historian,

Cambridge University

Initially, Ribentropp’s proposal

did not contain it.

However strange it may seem,

the initiator of this

secret protocol was Stalin.

But we denied it, because

it was so aggressive,

the Communist party

could not have signed it.

So, we denied it up to the last day!

ARI VATAN EN Member of

the European Parliament

When Berlin made the decision

to stop using this base,

German Admiral Raeder

sent a letter to the Commander

of the Soviet Navy, Kuznetsov,

expressing deep gratitude for services

provided to the German Navy.

PIERRE RIGOULOT historian,

Institut d’histoire Sociale, Paris

VIKTOR SUVOROV former Soviet Secret Agent

A delegation of Gestapo came to the USSR

to learn how to build

concentration camps.

It is in German…

Beria’s signature…

Translation from the German:

Reichsfhrer SS, Chief of

the Security Main Office.

Berlin, Nov. 3, 1938.

With this warrant, my representative

Standartenfhrer SS Mueller is given

the authority to sign an agreement

in Moscow on coordinated activities

between the NKVD and

the Security Main Office of Germany,

on which we put high expectations

related to strengthening the peace

and security between our countries.

Gruppenfhrer SS Heydrich.

Attach to the main document.

Lavrenty Beria.

A secret agreement was signed

between KGB and Gestapo.

About collaboration.

They accused me of lying,

claiming that it was not true.

We could not have signed

such an agreement.

NATALIA LEBEDEVA historian This contradiction is

amazing! While it is accepted that Stalin’s regime

was criminal, exception is

made for the foreign affairs.

If a regime is criminal, then

it acts criminally in all areas,

including foreign affairs.

This should be accepted once and for all!

The NKVD will propose to

the Soviet Government

a program

to reduce the participation

of Jews in State bodies,

and to prohibit Jews

from the areas of culture

and education.

Chief of GUGB of the Commissariat

for Internal Affairs.

Beria.

Representative of the Chief of the

Security Main Office of Germany,

Mueller.

This was a real war.

A war against Jewish Fascism

within the country.

BORISS SOKOLOV historian… because

being a Jew, Litvinov was not fit

for signing any agreement

with Germany.

NORMAN D AVIES historian,

Cambridge University

Stalin’s police, the GPU has fallen

to the level of the Nazi Gestapo.

VLADIMIR BUKOVSKY

Soviet dissident

Politburo CK VKPb

took the decision

to shoot all prisoners of war

from these 3 camps.

Major Soprunenko who was

carrying out executions in Katyn

VIKTOR SUVOROV former Soviet Secret Agent

was decorated with the Medal of Honor.

But Serov,

the later chief of the KGB,

for the shooting of Polish officers,

he was awarded the order of Lenin,

the highest State decoration.

I swear to obey the orders

of the Commander-in-Chief,

Adolph Hitler.

But if among us there will

appear provocateurs,

we ourselves will deal

with them ruthlessly.

EMMA KORPA GULAG survivor… and then

we dragged the sledges to the graveyard.

When my son was dragged,

the guards were not on duty.

Children were not

considered inmates,

so they were buried in

a civilian graveyard.

And when another child died,

I dragged him as well.

Then I got a chance to visit my son’s

grave for the last time…

CHRISTOPHER BEAZLEY historian,

Member of the European Parliament

INESE VAIDERE Member of the

European Parliament, Latvia

RITA PAPINA survivor of the Soviet terror…

we went out. There was a big puddle of blood.

We collected it in a glass jar.

Because it was our fathers blood.

It is hard to speak about it.

It is as if a scar was torn

and is bleeding again.

JANIS DZINTARS

Moscow, 2005

VLADIMIR PUTIN former KGB

officer One needs to acknowledge,

that the collapse of the Soviet Union

was the greatest geopolitical

catastrophe of the century.

Nobody wants to admit

that one’s ancestors

were simple criminals.

ANDR BRIE Member of the

European Parliament, Germany

WOJCIECH ROS ZKOWSKI Member of

the European Parliament, Poland

There is this feeling of

inferiority, of national humiliation,

which was in Germany after WW1,

and we had it after the collapse

of the Soviet Union.

It is fertile soil for

these new Nazis.

This is exactly what

led Germany to Fascism.

Moscow, November 4.

“THE D AY OF N ATIONAL UNITY”

Since Putin came to power,

there has been

a massive xenophobic

propaganda from above.

And people have begun to feel

hatred toward foreigners,

to people of other languages,

other religions.

The Russian mass media is working

against Russia and its people,

because it is in the hands

of the Jewish mafia.

Pick it up.

And clean up after yourself.

Do you speak Russian?

I am a deputy in the State Duma,

LDPR fraction. My name is

Nikolay Kuryanovich. I am a member

of the Security Committee.

I would like to greet

the national-patriots of Russia.

Glory to Russia!

We were arrested by

the Russian National Socialists.

Glory to Russia!

RADKO MLADIC war criminal,

murderer of 8300 people

Glory to Russia!

Katyn.

Lviv.

Vinnica.

Tartu.

GIRTS V. KRISTOVSKIS Member of

the European Parliament, Latvia

MICHAEL GAHLER Member of the

European Parliament, Germany

Tradução automática com Google Translator

Soviet Story, The (2008) roteiro de filme

VLADIMIR Bukovsky

Dissidente soviético

NORMAN D Avies historiador,

Universidade de Cambridge

NIKOLAY MELNIK sobrevivente do 1932-1933

Fome, batatas, beterraba, repolho.

Couves salgados foram tomadas por todo o barril.

Todos os produtos comestíveis foram levados.

Tudo!

Volodimir historiador SERGIYCHUK, Universidade de Kiev Quando a comida foi levado embora, camponeses também foram proibidos

a procurá-lo em outro lugar.

Para comprar, trocar ou ganhar.

Boriss SOKOLOV historiador Eles estavam morrendo.

E eles não foram autorizados para as cidades.

Guarda-esquadrões especiais impedido estes morrendo, morrendo de fome as pessoas de embarcar nos trens.

Muitos morreram direito pelas estradas de ferro levando a Kharkov, Kiev …

Eles entraram em uma casa e perguntou:

“Onde estão seus mortos?”

Só havia um meio-morto

Mulher que coloca na cama.

Eles disseram:

“Vamos levá-la! Ela vai morrer de qualquer jeito.”

“Por que ir atrás dela amanhã?”

Ela pediu-lhes: “Não me leve.

Ainda estou vivo! Eu quero viver! “

MARIA ZAGUTS sobrevivente do Eles foram todos despejados no túmulo.

O chão estava se movendo.

Este é um lugar sagrado para mim.

Porque é o repouso lugar das vítimas da fome, incluindo os meus parentes próximos, minha avó.

PIERRE Rigoulot historiador, Institut d’histoire sociale, Paris

Devemos criar um homem novo.

E uma nova forma de vida deve aparecer!

Professora Françoise THOM da história moderna, Sorbonne

GEORGE WATSON literária historiador, da Universidade de Cambridge

VLADIMIR Bukovsky

Dissidente soviético

Professora Françoise THOM da história moderna, Sorbonne

Tudo o que você deve saber metade uma dúzia de pessoas, pelo menos,

que não são de uso neste mundo.

Quem é mais problema do que eles valem a pena.

Basta colocá-los lá e dizer:

“Agora você vai ter a amabilidade para justificar a sua existência? “

“Se você não pode justificar a sua existência,

se você não está produzindo tanto quanto você consumir ou, de preferência mais, então é claro que não podemos usar nossa sociedade

com o objetivo de mantê-lo vivo.

Porque a sua vida não nos beneficia e que não podem ser de muito

muita utilidade para si mesmo.

Vamos denunciá-los!

Então, podemos denunciar ainda mais deles, os que estão à esquerda.

Não tenha medo de fazê-lo.

ALEXANDER Guryanov “Memorial” a sociedade, Moscou Na década de 1930

a tecnologia de assassinato e execuções foi introduzido.

Cada região administrativa tinha uma área designadaonde os cadáveres eram para ser enterrado.

Uma pessoa foi tirado do ar

um corredor para o, canto vermelha “

Não foi o check ID final.

A vítima teve de identificar-se.

Em seguida, ele foi levado para o quarto.

Quando ele entrou, ele foi baleado.

NIC OLAS WERTH co-autor de “O Livro Negro do C ommunism”

VLADIMIR Karpov ex-coronel soviético

Khrushchev pediu para aumentar a sua quota!

Ele foi deixada para matar sete ou oito mil, inimigos “

Ele perguntou:

“Por favor, aumentar a minha quota de 17000.”

Presidente Mikhail Gorbachev soviético Stalin foi inundado de sangue! Eu vi as penas de morte, que assinou em pacotes.

Juntamente com Molotov, Voroshilov, Kaganovich e Jdanov.

Eles foram os cinco mais ativo.

Molotov sempre acrescentava:

mudança “10 anos” a “execução”.

Pacotes!

NATALIA Lebedeva historiador Como resultado, em

NATALIA Lebedeva historiador Como resultado, em

Você pode imaginar a escala de repressão contra seu próprio povo!

VLADIMIR Bukovsky

Dissidente soviético

SERGEY Sluch historiador acordo a todas as normas do direito internacional, a decisão do Soviete Governo para invadir a Polônia

foi um ato claro de agressão.

Exército Vermelho em 1939

NORMAN D Avies historiador, Universidade de Cambridge

Inicialmente, a proposta do Ribentropp não contê-la.

Por estranho que possa parecer, o iniciador da presente

protocolo secreto era Stalin.

Mas nós negou, porque ele foi tão agressivo,

o Partido Comunista

Eu não poderia ter assinado.

Então, nós negou até o último dia!

ARI VATAN PT-Membro de

Parlamento Europeu

Quando Berlim tomou a decisão

parar de usar esta base,

Alemão almirante Raeder

enviou uma carta ao Comandante

da Marinha Soviética, Kuznetsov,

expressando profunda gratidão por serviços

fornecida para a marinha alemã.

PIERRE Rigoulot historiador,

Institut d’histoire sociale, Paris

VIKTOR Suvorov ex-soviética Secret Agent

Uma delegação da Gestapo chegou à URSS

para aprender a construir

Campos de concentração.

É em alemão …

Assinatura de Beria …

Tradução do alemão:

Reichsfhrer SS, Chefe da

o Escritório Central de Segurança.

Berlim, novembro 3, 1938.

Com esta autorização, o meu representante

Standartenfhrer SS Mueller é dada

a autoridade para assinar um acordo

em Moscovo, em atividades coordenadas

entre a NKVD e

o Escritório Central de Segurança da Alemanha,

em que nós colocamos grandes expectativas

relacionados com o fortalecimento da paz

e de segurança entre nossos países.

Gruppenfhrer SS Heydrich.

Anexar ao documento principal.

Lavrenti Beria.

Um acordo secreto foi assinado

entre KGB e da Gestapo.

Sobre a colaboração.

Eles me acusaram de mentir,

alegando que não era verdade.

Nós não poderia ter assinado

tal acordo.

NATALIA Lebedeva historiador Esta contradição é

incrível! Embora se aceite que o regime de Stalin

foi criminoso, exceção é

feito para os assuntos externos.

Se um regime é criminoso, então

ele age criminalmente em todas as áreas,

incluindo assuntos externos.

Isto deve ser aceite uma vez por todas!

O NKVD proporá ao

o governo soviético

um programa

para reduzir a participação

de judeus em órgãos do Estado,

e proibir judeus

das áreas de cultura

e educação.

Chefe da GUGB do Comissariado

da Administração Interna.

Beria.

Representante do Chefe do

Segurança Escritório Central da Alemanha,

Mueller.

Esta foi uma verdadeira guerra.

A guerra contra o fascismo judaico

dentro do país.

Boriss SOKOLOV historiador porque …

sendo judeu, Litvinov não estava apto

para assinar qualquer acordo

com a Alemanha.

NORMAN D Avies historiador,

Universidade de Cambridge

A polícia de Stalin, a GPU tem caído

ao nível da Gestapo nazista.

VLADIMIR Bukovsky

Dissidente soviético

Politburo CK VKPb

tomou a decisão

para filmar todos os prisioneiros de guerra

a partir desses três campos.

Maior Soprunenko que era

levar a cabo execuções em Katyn

VIKTOR Suvorov ex-soviética Secret Agent

foi condecorado com a Medalha de Honra.

Mas Serov,

o chefe depois da KGB,

para as filmagens de oficiais poloneses,

ele foi premiado com a Ordem de Lenin,

a mais alta condecoração do Estado.

Juro obedecer às ordens

do Comandante-em-Chefe,

Adolph Hitler.

Mas, se entre nós lá vai

aparecem provocadores,

nós mesmos vai lidar

com eles impiedosamente.

EMMA KORPA GULAG sobrevivente … e então

que arrastou os trenós para o cemitério.

Quando meu filho foi arrastado,

os guardas não estavam de plantão.

As crianças não foram

reclusos considerados,

assim eles foram enterrados em

um cemitério civil.

E quando uma outra criança morreu,

Eu arrastei ele também.

Então eu tive a chance de visitar o meu filho de

sepultura pela última vez …

Christopher Beazley historiador,

Membro do Parlamento Europeu

Inese Vaidere Membro da

Parlamento Europeu, a Letónia

RITA PAPINA sobrevivente do terror soviético …

nós saímos. Havia uma grande poça de sangue.

Nós coletamos-lo em uma jarra de vidro.

Porque era o nosso sangue dos pais.

É difícil falar sobre isso.

É como se uma cicatriz estava rasgada

e está sangrando de novo.

JANIS Dzintars

Moscovo, 2005

VLADIMIR PUTIN ex-KGB

Um oficial deve reconhecer,

que o colapso da União Soviética

foi o maior geopolítica

catástrofe do século.

Ninguém quer admitir

antepassados que de uma

eram criminosos simples.

ANDR BRIE Membro da

Parlamento Europeu, Alemanha

WOJCIECH ROS ZKOWSKI Membro do

o Parlamento Europeu, a Polónia

Há esta sensação de

inferioridade, de humilhação nacional,

que estava na Alemanha após WW1,

e tivemos que depois do colapso

da União Soviética.

É um solo fértil para

estes novos nazistas.

Este é exatamente o que

levou a Alemanha ao fascismo.

Moscou, 04 de novembro.

“A AY D DE NACIONAIS UNITY”

Desde que Putin chegou ao poder,

houve

um xenófobo maciça

propaganda de cima.

E as pessoas começaram a sentir-se

ódio contra estrangeiros,

às pessoas de outras línguas,

outras religiões.

Os meios de comunicação da Rússia está trabalhando

contra a Rússia e seu povo,

porque é nas mãos

da máfia judaica.

Buscá-lo.

E limpar depois de si mesmo.

Você fala russo?

Eu sou um deputado na Duma,

Fração LDPR. Meu nome é

Nikolay Kuryanovich. Eu sou um membro

do Comité de Segurança.

Gostaria de cumprimentá-

o nacional-patriotas da Rússia.

Glória à Rússia!

Nós fomos presos por

os nacionais-socialistas russos.

Glória à Rússia!

RADKO MLADIC criminoso de guerra,

assassino de 8.300 pessoas

Glória à Rússia!

Katyn.

Lviv.

Vinnica.

Tartu.

Girts V. KRISTOVSKIS Membro do

o Parlamento Europeu, a Letónia

Michael Gahler Membro da

Parlamento Europeu, Alemanha

Mais Scripts Filme | Pedir um Transcrição do filme

Cinema e TV Collectibles

2Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=WjdpcpzhmlA/. The Soviet Story (A História Soviética) – é um documentário lançado em 2008 sobre o comunismo na União Soviética e as relações germano-soviéticas antes de 1941 escrito e dirigido por Edvins Snore e patrocinado pela grupo da União para a Europa das Nações (nacionalistas/eurocépticos) do Parlamento Europeu. Snore passou 10 anos coletando informações e dois anos filmando em vários países. O filme apresenta entrevistas com historiadores ocidentais e russos, como Norman Davies e Boris Sokolov, o escritor russo Viktor Suvorov, o dissidente soviético Vladimir Bukovsky, membros do Parlamento Europeu e os participantes, bem como as vítimas do terror Soviético. O filme argumenta que houve uma estreita conexão filosófica, política e organizacional entre os regimes Nazista e Soviético antes e durante as primeiras fases da II Guerra Mundial. Destaca o Grande Expurgo, bem como o genocídio do Holodomor, o massacre de Katyn, a colaboração da polícia secreta soviética (NKVD) com a Gestapo nazista, deportações em massa na União Soviética e experiências médicas nos Gulags.

3Françoise Thom. Professor of Modern History, Sorbonne:”Stalin authorized children to be shot from the age of twelve!” Disponível em http://www.sovietstory.com/about-the-film/.

4Natalia Lebedeva. Historian, Institute of General History, RAS, Moscow: ” If a regime is criminal, then it acts criminally in all areas, including foreign affairs.” Disponível em http://www.sovietstory.com/about-the-film/.

5Boris Sokolov. Professor, Moscow State Social University: ”Nobody wants to admit that one’s ancestors were simple criminals.” Disponível em http://www.sovietstory.com/about-the-film/. É o caso dos filhos de papai-mamãe-cara-pintada, que estão NasRuas mugindo palavras de desordem política exigindo que os partidos políticos não participem …. em uma ação política.

6Exatamente o que está acontecendo no Brasil, onde os bancos tiveram lucros de 30% sobre seu capital (BRADESCO). Somente com “trabalhadores” (é como se auto-denominam os socialistas no Brasil) no poder. Não só os bancos têm a lógica do “ganhar não importa como”, mas os comunistas também.

7No Brasil, os nacionais-socialistas “trabalhadores” criaram uma instituição terrorista chamada MST, aliada à FARCS (veja o Foro de São Paulo) para cumprir os mesmos objetivos.

8Desde que me conheço por gente ouço esta cantilena do “capitalismo vai acabar no ano que vem”, como se ouviu, diversas vezes, que o mundo iria acabar quando o ano 1000 chegasse, quando o ano 2000 chegasse, e os comunistas não ficam atrás com sua pregação de fim-de-mundo: “Para o próximo período, está colocado um novo colapso econômico de dimensões muito maiores que o de 2008.” É um mantra místico-materialista.

9André Brie. Member of the European Parliament : ”Russia as a successor of the Soviet Union is obliged to carry out a real investigation of the crimes and the character of their system.” Disponível em http://www.sovietstory.com/about-the-film/. A Comissão da Verdade na Rússia teria de entrar no período da SGM para trazer a verdade à tona. E muitos milhões seriam condenados.

10O fascismo não tem base na economia, é uma forma de controlar a economia. A economia fascista, como a economia socialista, é imposta pelo fascismo, não o contrário. Se a economia pudesse operar livremente, não existiriam ideologias sociopatas como o socialismo e o fascismo, pois os interesses econômicos seriam compostos por todos os interessados de modo a que o maior número possível de pessoas tivessem vantagens. As pessoas que não pudessem participar do jogo econômico teriam o suporte do Estado. No modelo socialista e fascista, o Estado intervém na economia e o maior número possível de pessoas é penalizada, pois não tem outro modo de “concentrar capital” para “redistribuir” senão tirando o máximo do máximo de pessoas, o que mata qualquer possibilidade de haver soluções alternativas – criatividade – para problemas sociais que o Estado quer resolver intervindo. O resultado é conhecido. O Estado se mostra incapaz e “devolve” o que roubou via “privatizações”, “desonerações” e outros modos disfarçados de reconhecer sua inépcia pelos crimes cometidos contra os DIREITOS INDIVIDUAIS e contra a PROPRIEDADE PRIVADA. “É necessário além do partido único, un Estado totalitário, isto é, um Estado que absorve para transformar e fortalecer todas as energias, todos os interesses, todas as esperanças de um povo. Benito Musslini”

14A partir de 1925, o regime fascista conseguiu promover a recuperação econômica da Itália, ao tempo que criava também o sindicalismo corporativo para controle das organizações de trabalhadores e oligopólios empresariais que se articulavam com o controle estatal da economia. A Carta Del Lavoro (Carta do Trabalho) constituiu um dos instrumentos de controle do trabalhador italiano instituídos pelos fascistas. O principal órgão do regime de Mussolini era o Conselho Nacional Fascista, que deliberava sobre todos os assuntos de interesse político e econômico e exercia poder de determinar ocupação de cargos nas várias esferas do estado.

Disponível em http://www.historiadomundo.com.br/idade-contemporanea/fascismo.htm/.

15George Watson. Literary historian, Cambridge University: “Marx and Engels called Basks, Bretons, and Serbs – „racial trash”. Disponível em http://www.sovietstory.com/about-the-film/.

16Ari Vatanen. Member of the European Parliament: ”My father lost four of his brothers in that war. Four! That was the price we paid that we did not have a democratic society next to us.” Disponível em http://www.sovietstory.com/about-the-film/.

20Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=WjdpcpzhmlA/. Tradução automática com Google Translator.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 11 de março de 2017 01:42

    Os Comunistas, a Russia de Stalin, União soviética ajudou Hitler a tomar e cometer todas as atrocidades cometida.
    O partido nazista foi fundado tbm na teoria de Karl Marx. Stalin Matou 7 milhões de pessoas na Ucrânia, deixando-as morrerem de fome e frio em 11 de setembro de 1932.
    Matou dentro da Russia 20 Milhões de pessoas fuziladas.
    O próprio presidente Russo Mikhail gorbachev, disse que o comunismo banhou a Europa a sangue.

    • 13 de março de 2017 01:05

      Muito grato por sua colaboração.
      Visite CLPLBR.WordPress.com e deixe sua contribuição para a elaboração de uma Consolidação das Leis das Profissões Liberais.
      Acompanhe http://www.RadioLiberal.org, logo, logo na rede.
      Você pode ser editor em alnbr.WordPress.com e colunista na Rádio Liberal.

      Abraço.

Deixe uma resposta. Participe do debate em http://www.subsistencia.org/mailman/listinfo/plbr_subsistencia.org/.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The Savvy Sister

Simple changes for healthy living

Tech World

Yet another tech blog

Ceticismo Político

Análise política para adultos

Falando em Justiça Fiscal...

Espaço de discussão e promoção da Justiça Fiscal no Brasil

Eight to Late

Sensemaking and Analytics for Organizations

C.c

COISAeCOUSA

Moved by Freedom - Powered by Standards

A weblog by Charles-H. Schulz.

Hildegard Angel

Pode não ser a melhor opinião, pode não ser a sua opinião, mas esta é uma coluna com opinião!

Existential Type

Thoughts from an existential type.

Vijay's Tech Encounters

My Encounters with Hardware and Software

Life of a Geek Admin

The Adventures of a True Geek Administrator

The PBX Blog

Collaboration, evolved.

Logiscon

Consultoria Logística, Treinamento e Cursos

Instituto Liberal

Problemas Sociais - Soluções Liberais

Agência Liberal de Notícias Brasil

Porque notícias também devem ter ideias

CONFEI - Conselho Federal de Informática

Movimento #CONFEI Todos a favor da Criação do Conselho Federal de Informática do Brasil

%d blogueiros gostam disto: