Skip to content

Diálogos Impertinentes: Gabriela Caramuru

19 de março de 2015

484644_448525591854277_1938529053_n Gabriela Caramuru

porque meu norte é o sul ♥

MapaMundi

alnbr – Revista de Opinião

Querer virar o mapa do mundo para por o sul em cima e o norte em baixo não muda o mundo, só a sua visão do mapa.

O mesmo se dá com as ideologias. Quando os séculos passam, se vê o que não se via e se percebe que as ideias do passado não servem para resolver os problemas do presente.

Querer que uma ideia dê certo é uma tentativa válida, repetir o mesmo erro à espera de um resultado diferente é doença mental.

Se for preciso virar o mundo de cabeça para baixo para aprender, faça isto, mas APRENDA!

Gabriela Caramuru

Exato. É o que devíamos fazer com o liberalismo. Tendo em vista a prova de que não existe livre concorrência (mas atrelamento e dominação do Estado pelas empresas que vivem de fraudes em licitações), nem mesmo oferta e procura (com cartéis e monopólios), quem dirá transparência… O liberalismo, ou sua versão “neo”, é a ideologia do século passado que impede o desenvolvimento econômico.

É o que devíamos fazer com o liberalismo. Tendo em vista a prova de que não existe livre concorrência.

alnbr – Revista de Opinião

Ninguém é burro de dizer que exista “livre concorrência”, assim como não existe “livre pensar”.

Qualquer idiota sabe que o “livre” de um é constrangido pelo “livre” do outro, e que o “livre” sempre será o relativo ao maior ou menor grau de “liberdade” que você pode implementar em um Sistema.

Lembrando que:

LIVRE é o estado daquele que tem liberdade.

Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.

O fato de um comunista alegar que os liberais alegam a “livre concorrência” como sendo um conceito absolutamente rígido, isto é, o “livre” significa que não haja nenhum tipo de constrangimento mostra que o que importa não é a realidade, mas a visão distorcida para distorcer a realidade, de modo a parecer que a alegação da “falsa liberdade” justifica o coletivismo.

Alegar que há um “atrelamento e dominação do Estado pelas empresas” é uma verdade, uma vez que são as empresas que produzem a riqueza que gera o próprio Estado, assim, no Estado Liberal, é correto afirmar que as Empresas têm muito maior poder na construção e manutenibilidade do Estado.

A questão não é esta, mas sim, o QUANTO o cidadão pode participar ou não participar da condução do Estado.

Empresas não são eleitas, e a experiência prática mostra que, quando os “trabalhadores” (comunistas) assaltam o Estado, as Empresas se vêem na obrigação de serem corrompidas para sobreviverem, que é o comportamento humano (as pessoas SÃO as empresas), o de sobreviver a qualquer custo.

Numa sociedade de “livre concorrência”, as empresas têm menos poderes do que o Estado Fascista tem para impor suas vontades, uma vez que depende do consumidor COMPRAR seus serviços ou produtos para sobreviver.

A existência de setores da economia onde, aparentemente, a presença do Estado seja justificada, não justifica o Governo agir PELO Estado, mas, a auto-regulação propiciar o ambiente de “livre concorrência” que favoreça os consumidores.

A experiência prática mostra que todos os setores da economia onde o Estado é presente somente funcionam quando a regulação, a operação e a fiscalização são efetuadas pela INICIATIVA PRIVADA.

Não é à toa que a União Soviética caiu de corruPTa. Após a queda do Muro de Berlim a maior máfia do mundo era a Russa, as maiores fortunas PRIVADAS do mundo eram Russas.

O “Cavaleiro da Esperança” – talvez você já tenha ouvido falar da figura – era uma espécie de superintendente da importação de carne do Brasil e ganhava percentual sobre o valor importado. Quando saiu, deixou a “vaga” para o próprio filho, que herdou o “cargo” do pai. Quando o Mensaleiro da Silva ganhou a eleição nomeou o filho dele para ser represente da APEX em Moscou.

Isto é o Estado Totalmente CorruPTo, o comunismo, o socialismo, o nacional-socialismo.

Quanto às “empresas viverem de fraudes em licitações”, a resposta está na acusação: LICITAÇÕES.

É o Estado que promove as licitações, e existirem licitações é o sistema de corrupção endêmica.

A licitação É o problema, uma vez que as pessoas que poderiam autorizar os gastos públicos já foram ELEITAS para fazê-lo mas não podem por causa do constrangimento da legislação de licitações, obrigam as empresas a fazerem o que querem para terem as vantagens que somente os cargos públicos dão.

Nenhum empresário seria burro de GASTAR MAIS para vender para o governo, somente o fazem porque SÃO OBRIGADOS A PAGAR O ESTADO corruPTo.

Os cartéis e o monopólio, a PETROSSAURO está aí para provar, DEPENDEM DO ESTADO INTERVENTO e do governo corruPTo.

Quando a você dizer que o ” liberalismo, ou sua versão “neo”, é a ideologia do século passado que impede o desenvolvimento econômico”, mostra ignorância completa.

WikiPedia – liberalismo

https://pt.wikipedia.org/wiki/Liberalismo#Dificuldades_conceituais
A história do liberalismo abrange a maior parte dos últimos quatro séculos, começando na Guerra Civil Inglesa e continua após o fim da Guerra Fria. O liberalismo começou como uma doutrina principal e esforço intelectual em resposta as guerras religiosas, segurando a Europa durante os séculos XVI e XVII, embora o contexto histórico para a ascensão do liberalismo remonta a Idade Média. A primeira encarnação notável da agitação liberal veio com a Revolução Americana, e do liberalismo plenamente explodiu como um movimento global contra a velha ordem durante a Revolução Francesa, que marcou o ritmo para o futuro desenvolvimento da história humana.

alnbr – Revista de Opinião

O liberalismo é do século XVI, o socialismo do Mensaleiro-mor Marx é de 1800 e os comunistas e os petralhas são a mais pura representação do neo-feudalismo, com a corrupção que a modernidade do século XXI adiciona à receita do chéf Gramsci.

Dizer que o liberalismo “é a ideologia do século passado que impede o desenvolvimento econômico” é de uma ignorância e má fé monstruosas.

O desenvolvimento econômico nunca foi tão grande depois do industrialismo – é, não existe capitalismo, é industrialismo -, basta ver os índices de longevidade dos países onde o industrialismo se instalou e onde o comunismo se instalou.

Sem falar no fato que você está usando a INTERNET, uma criação do industrialismo. Não há uma só solução para Tecnologias de Informação e Comunicação no Mundo feita pelos comunistas em seus 74 anos de vigência nos países INVADIDOS pelos comunsitas Russos.

Se você FOSSE REALMENTE COMUNISTA se recusaria a usar a INTERNET, pois foi uma criação do Departamento de Defesa dos EUA e universidades americanas e européias.

Não há nada – tem, mas nem você sabe – feito pelos comunistas que sejam de uso comum no mundo.

Você está em Paris, num país que em menos de 50 anos deixará de existir no ocidente. Vai se transformar em uma república islâmica, porque as mulheres francesas não têm filhos suficientes para reproduzir a própria cultura.

A não ser que você se torne uma muçulmana, sugiro que saia daí rápido.

O paraíso franco-comunista está com os dias contados.

 


Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. 19 de março de 2015 23:44

    “Não é à toa que a União Soviética caiu de corruPTa. Após a queda do Muro de Berlim a maior máfia do mundo era a Russa, as maiores fortunas PRIVADAS do mundo eram Russas.”
    1 – a URSS não caiu, foi desmantelada;
    2 – É durante os governos de restauração do capitalismo (em especial Gorbachov), e após o desmantelamento da URSS em 1991 (e não a queda do muro de Berlim que é em 89) é que a corrupção começou a comer solta;

    “basta ver os índices de longevidade dos países onde o industrialismo se instalou e onde o comunismo se instalou”
    1 – Já que é industrialismo o comunismo não fracassou. Ao contrário, foi vitorioso. Nenhum sistema produziu em tão pouco tempo, tanto desenvolvimento industrial (em países inicialmente atrasadíssimos) do que o comunismo. URSS de 1924 (fim da guerra civil e das intervenções externas em que o país estava em frangalhos) e URSS de 1950 (segunda potência mundial)… e isto tendo passado (e tendo sido o país mais atingido) pela invasão nazista;
    2 – Nos países socialistas as políticas de extensão dos direitos dos trabalhadores levaram a amplos aumentos da expectativa de vida. A questão é que (em relação a países mais longevos) partiu-se de uma base muito baixa;
    3 – o que comprova os dois anteriores ainda mais o é que em grande parte dos países em que foi restaurado o capitalismo:
    PRIMEIRO – houve drástica redução do PIB e ampla desinstrustrialização;
    SEGUNDO – a expectativa de vida diminuiu em vários deles. A queda mais acentuada se dá na Russia, em que, inclusive, a população tem diminuído.

    • 20 de março de 2015 00:21

      Guilherme Basso Dos Reis
      “Não é à toa que a União Soviética caiu de corruPTa. Após a queda do Muro de Berlim a maior máfia do mundo era a Russa, as maiores fortunas PRIVADAS do mundo eram Russas.”
      “1 – a URSS não caiu, foi desmantelada”
      alnbr – Revista de Opinião
      Como explicar que um país – mais uma grande quantidade de países invadidos e escravizados – com o segundo maior exército do mundo – http://www.savevid.com/video/usa-vs-russia-military-power.html/ – pudesse ser “DESMANTELADO”?
      Os americanos entraram lá durante a noite a quebraram tudo?
      Guilherme Basso Dos Reis
      2 – É durante os governos de restauração do capitalismo (em especial Gorbachov),”
      alnbr – Revista de Opinião
      Você quer que alguém acredite que depois de 74 anos de comunismo escravocrata e sociopata o “capitalismo” – não existe capitalismo, existe industrialismo, o “capitalismo” é um conceito que o Mensaleiro-mor Marx perverteu, pois não era dele, como a palavra “capital” também não -, simplesmente surgiu do nada e invadiu as casas de mais de 350 milhões de russos, sem falar nos centenas de milhões de europeus invadidos?
      “e após o desmantelamento da URSS em 1991 (e não a queda do muro de Berlim que é em 89) é que a corrupção começou a comer solta” significa que a corrupção nasceu em mais de uma dezena de milhares de cargos governamentais ao mesmo tempo, em mais de uma centena de milhão de lares e assolou a Rússia toda, em apenas dois anos?
      Guilherme Basso Dos Reis
      “basta ver os índices de longevidade dos países onde o industrialismo se instalou e onde o comunismo se instalou”
      “1 – Já que é industrialismo o comunismo não fracassou. Ao contrário, foi vitorioso. Nenhum sistema produziu em tão pouco tempo, tanto desenvolvimento industrial (em países inicialmente atrasadíssimos) do que o comunismo. “
      alnbr – Revista de Opinião
      Se isto é verdade como você diz que “a expectativa de vida diminuiu em vários deles. A queda mais acentuada se dá na Russia, em que, inclusive, a população tem diminuído.” se tudo aconteceu em mais ou menos 3 anos?
      Você está dizendo que dois ou três anos depois da queda do Estado Proletário foram suficientes para “destruir” a grande obra comunista? Então, que obra foi esta?
      Certamente que sim. O comunismo Russo e Chinês, ao contrário do que o Mensaleiro-mor Marx “previu”, foi instalado na Rússia tzarista – 90% do povo ignorante e miserável, muito pré”capitalista” – e na China Imperial com uma miséria ainda maior que na Rússia.
      Como é que a teoria socialista e comunista não pode ser comprovada na prática e você ainda quer que se acredite que é real?
      Não era para ser a evolução do “capitalismo”?
      Guilherme Basso Dos Reis
      “URSS de 1924 (fim da guerra civil e das intervenções externas em que o país estava em frangalhos)”
      alnbr – Revista de Opinião
      Estava em frangalhos porque o PCUS vendia alimento para a Alemanha para financiar a guerra de Hitler enquanto o povo passava fome em Moscou.
      Guilherme Basso Dos Reis
      “e URSS de 1950 (segunda potência mundial)”
      alnbr – Revista de Opinião
      E a segunda maior potência mundial “foi feita em frangalhos”? Por quem?
      Guilherme Basso Dos Reis
      “… e isto tendo passado (e tendo sido o país mais atingido) pela invasão nazista”
      alnbr – Revista de Opinião
      Quanto à invasão nazista, não esqueça que é o ALIADO NACIONAL-SOCIALISTA QUE TRAIU O ALIADO INTERNACIONAL-SOCIALISTA: VOCÊS INVADIRAM A POLỐNIA JUNTOS, a Alemanha Nazista de Hitler e a Rússia Comunista de Stálin eram ALIADAS na deflagração da SGM
      Guilherme Basso Dos Reis
      2 – Nos países socialistas as políticas de extensão dos direitos dos trabalhadores levaram a amplos aumentos da expectativa de vida. A questão é que (em relação a países mais longevos) partiu-se de uma base muito baixa;
      alnbr – Revista de Opinião
      A melhor desculpa que podes imaginar é esta: uma base “muito baixa”?
      Qual a “base” dos 7.000.000 – 25% da população da Ucrânia – de ucranianos que os russos comunistas exterminaram PELA FOME durante o inverno de 1932/33?
      Guilherme Basso Dos Reis
      “3 – o que comprova os dois anteriores ainda mais o é que em grande parte dos países em que foi restaurado o capitalismo:
      PRIMEIRO – houve drástica redução do PIB e ampla desinstrustrialização;”
      alnbr – Revista de Opinião
      O que era de se esperar, já que durante os mais de 70 anos de invasão e escravidão dos povos dos países invadidos não houve investimento em infra-estrutura e na academia para fundear o desenvolvimento. Isto é RESULTADO da invasão comunista nos países invadidos, não defeito do processo de democratização e industrialização dos países LIBERADOS do jugo comunista.
      Guilherme Basso Dos Reis
      “SEGUNDO – a expectativa de vida diminuiu em vários deles. A queda mais acentuada se dá na Russia, em que, inclusive, a população tem diminuído.”
      alnbr – Revista de Opinião
      A população tem diminuído porque as pessoas sabem que não terão recursos para custear uma família maior, por causa da corrupção que eliminou milhões de vagas de trabalho – como a vaga do Cavaleiro da Esperança, que passou para o filho e depois para a filha – que eram distribuídas entre os membros ou indicados do partido comunista.
      Como não havia MERCADO não havia financiamento privado para custear a criação de novas vagas de trabalho, logo, diminuiu a industrialização.
      Isto tudo que você diz é DEFEITO DO COMUNISMO, não do industrialismo, que estava PROIBIDO de acontecer havia mais de 70 anos.

  2. 19 de março de 2015 19:35

    QUE DIFERENÇA!!!
    Gen. Castelo Branco
    Ao ver Lula defendendo seu filho que recebeu R$ 15 milhões de reais da TELEMAR para tocar sua empresa, Élio Gáspari publicou essa história tirada do fundo do baú: Em 1966 o presidente Castello Branco leu nos jornais que seu irmão, funcionário com cargo na Receita Federal, ganhara um carro Aero-Willys, agradecimento dos colegas funcionários pela ajuda que dera na lei que organizava a carreira. O presidente telefonou mandando que ele devolvesse o carro. O irmão argumentou que se devolvesse ficaria desmoralizado em seu cargo. O presidente Castelo Branco interrompeu-o dizendo: Meu irmão, afastado do cargo você já está. Estou decidindo agora se você vai preso ou não’.
    E o Mensaleiro da Silva ainda alega que não existe ninguém ‘neste país’ com mais moral e ética do que ele.

Deixe uma resposta. Participe do debate em http://www.subsistencia.org/mailman/listinfo/plbr_subsistencia.org/.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

MAC, iOS & Linux

Suporte Remoto - Instalação - Segurança de Dados - Computadores e Acessórios

The Savvy Sister

Simple changes for healthy living

Tech World

Yet another tech blog

Ceticismo Político

Análise política para adultos

Falando em Justiça Fiscal...

Espaço de discussão e promoção da Justiça Fiscal no Brasil

Eight to Late

Sensemaking and Analytics for Organizations

C.c

COISAeCOUSA

Moved by Freedom - Powered by Standards

A weblog by Charles-H. Schulz.

Hildegard Angel

Pode não ser a melhor opinião, pode não ser a sua opinião, mas esta é uma coluna com opinião!

Existential Type

Thoughts from an existential type.

Vijay's Tech Encounters

My Encounters with Hardware and Software

Life of a Geek Admin

The Adventures of a True Geek Administrator

The PBX Blog

Collaboration, evolved.

Logiscon

Consultoria Logística, Treinamento e Cursos

Instituto Liberal

Problemas Sociais - Soluções Liberais

Agência Liberal de Notícias Brasil

Porque notícias também devem ter ideias

%d blogueiros gostam disto: