Skip to content

Dilma Executa O plano Terrorista de Aécio e Armínio

28 de fevereiro de 2015

O plano Terrorista de Aécio e Armínio

Emir Sader profetiza a Suprema Traição de todas as Traições

Os petralhas, afiliados ou fãs de carteirinha, têm uma visão política de mundo muito interessante: “Antes eu votei em Dilma por causa de Lula.

Os petralhas, afiliados ou fãs de carteirinha, têm uma visão política de mundo muito interessante: “Antes eu votei em Dilma por causa de Lula. Agora, voto em Dilma por causa de Dilma. Meu voto é muito consciente…

Não consigo entender o conceito de “consciente” aplicado na sentença acima. Que tipo de consciência elege o Mensaleiro da Silva chefe de quadrilha? Dirceu, que seria o candidato à presidência na eleição em que Dilma foi eleita, está na cadeia pelos crimes que o chefe dele diz não saber que ambos cometiam. Chegaram lá juntos e o Chefe não sabia de nada?

O que significa ter “uma tendência de esquerda“? Concordar com o patrocínio do HOLODOMOR e matar mais de 25% da população de um país porque não queriam ser de esquerda? Comunistas?

Hitler exterminou 6 milhões de judeus em 12 anos, os socialistas bonitinhos de esquerda exterminaram 7 milhões de ucranianos em 6 MESES, em um INVERNO. Pela FOME!

Hitler mandava matar com um tiro, ou gás. Os “de esquerda” mataram mais de 25% da população de um país inteiro em UM INVERNO pela FOME!

Dilma, como Lula et caterva, tiveram as atividades terroristas financiadas pelo Partido Comunista da União Soviética por mais de 30 anos. Recebiam mais de 200 mil US $ para financiar o terror comunista no Brasil.

A capital do Brasil foi nomeada em RUSSO, prenunciando a vitória da revolução proletária, abortada pelo contra-golpe civil apoiado pelas Forças Armadas. Isto é HISTÓRIA, está nos anais da Câmara Federal.

Não houve golpe militar, foi civil, com apoio militar.

O poder político não foi tomado, foi ENTREGUE.

Para provar, entre no google tradutor. Traduza a palavra “brasil” do português para o russo. Romanize. Ouça a pronúncia e leia o texto.

Como é possível que alguém possa denegrir a imagem de uma terrorista, assassina, ladra, corrupta, mentirosa? O que ela disse na campanha e o que está fazendo agora? “Há uma torpe intenção do PSDB em denegrir a imagem da Presidente.

Como denegrir uma imagem destas?

O discurso vazio e mentiroso “Eu voto na coragem da mulher Dilma que é um Coração Valente. Eu como ela, fui ativista política no tempo de faculdade e sei que ela não matou ninguém. Ao contrário foi torturada por conta de um ideal: ver uma melhor distribuição de renda e qualidade de vida equitativa para o povo brasileiro” e dizer que é um ideal fazer distribuição de renda e dar qualidade de vida equitativa é muita burrice. Como é possível dar a mesma coisa para pessoas que usam a coisa de modo diferente? Vi pobres criando porcos dentro da cozinha quando fui para o campo construir estradas, que eu projetava.

Os árabes ganham cidades no deserto e criam camelos na sala de estar. Cidades inteiras viraram cidades-fantasma na China porque não tem povo para por a morar nelas. Cuba quebrou por causa do Pico de Óleo, não há nenhum período especial lá, somente a fome que sempre graçou no país. Com o Mensaleiro-mor e com a terrorista o lucro dos bancos foi o maior da história do Brasil, e ela diz que não quer “perder isso!!!!!!! Não quero Marina no Itamaraty, não quero o Itaú mandando no Banco Central, não quero Malafaia e Bolsonaro como Ministros“. E já não estão lá os ministros mais corruPTos e o ITAÚ no BC? Como acreditar que “Investir em outros Países, como no porto de Cuba, é abrir mercado para nossos produtos” se os nossos produtos NÃO TÊM UM PORTO PARA SEREM EXPORTADOS?

É MUITA CANALHICE dizer isto!

Os petralhas denunciam a matéria de um dos mais corruPTos petralhas da quadrilha, Emir Sader:

O plano terrorista de Aécio e Armínio

Aécio Neves e Armínio Fraga querem fabricar a ideia de que a economia não cresce por causa da inflação e porque o salário mínimo é muito alto. Por Emir Sader em 14/10/2014 às 11:11

1. Criar o clima de que o maior problema brasileiro é uma suposta inflação descontrolada. (Mesmo se é de 6% ao ano, quando FHC entregou pro Lula uma inflação de 12,5% ao ano.

2. Fabricar a ideia de que a economia não cresce pela inflação e porque “o salário mínimo é muito alto”, segundo o Arminio Fraga. (Apesar de que os salários são um componente mínimo dos custos de qualquer mercadoria.)

o custo de um trabalhador pode representar o correspondente a 183% do seu salário.

Além da hipótese de 12 meses, cuja diferença foi de 183%, as duas entidades também observaram o percentual em relação ao vínculo de cinco anos.

Neste caso, a diferença entre a remuneração mensal do empregado (R$ 730) e o desembolsado pela empresa (R$ R$ 1.858,89) é de 155%.

Altere os custos dos salários em 20% e veja o que acontece. Não esqueça que o aumento do salário aumenta os gastos da previdência.

3. Difundir a ideia de que o governo gasta muito, que é necessário um duro ajuste fiscal. (As tais “medidas impopulares” de que fala o Aecio que está pronto para tomar.)

O governo brasileiro deu números do investimento feito na Copa do Mundo de 2014, que começa dentro de 30 dias. Segundo o blanço oficial, foram 25,6 bilhões de reais gastos em obras para o torneio, entre obras de estádios e infra-estrutura. Deste valor, 83,6% saíram dos cofres públicos, sendo que apenas 4,2 bilhões de reais são da iniciativa privada.

Protestos contra gastos com Copa do Mundo 2014 invadem estádios antes de jogos da seleção brasileira

Na segunda-feira (17), governo brasileiro anunciou que evento deverá custar R$ 28 bilhões

A verdade sobre sobre as contas da Copa“, traz informações de que os gastos com estádios foram de “apenas R$ 8 bilhões”, sendo que R$ 4 bilhões são do BNDES; em outras palavras, julga-se que irá voltar para os cofres públicos com juros. Além disso, a página mostra que os investimentos em infraestrutura foram de R$ 17.6 bilhões, sendo que a maior parte foi para “transportes e aeroportos” (R$ 14.3 bilhões).

Com base nisso, me perguntei: quanto foi gasto em saúde e educação? Para minha surpresa está lá na cartilha também! Foram R$ 825 bilhões desde 2010. Então quer dizer que foram gastos 100 vezes mais em saúde e educação no Brasil do que na Copa? Então por que será que não observamos nenhum desses investimentos melhorar o cotidiano brasileiro?

4. Pregar que “um certo nível de desemprego é saudável”, como disse o Arminio Fraga.

O debate economico não é campo para discurso politiqueiro. Usar ideias incompletas e sem o suporte dos termos técnicos adequados para gerar uma imagem negativa é desonestidade acadêmica.

5. Se ganhar, implementar uma forte política de corte de salários, tanto do setor público, como pressionando as negociações no setor privado. Baixar o salário mínimo.

Na eleição, tudo eram flores. Mas hoje… Confira quais são as principais controvérsias entre as promessas de campanha e o que realmente ocorreu.

Presidente Dilma Rousseff (PT), reeleita para o segundo mandato, não se constringiu em “vender” ao eleitor um país bem diferente da realidade. Hoje, quase quatro meses após terminadas as eleições, a artimanha de marketing político ficou evidente.

Dilma Rousseff

Dilma comemora a reeleição: ela afirmou para não acreditarem em quem dizia que o país estava mal

Confira o que Dilma disse na campanha e o que ela fez logo após a reeleição:

Impostos

Discurso na campanha

Em encontro com taxistas em setembro de 2014, Dilma negou qualquer possibilidade de “tarifaço” para reajustar o preço da gasolina.

Realidade no governo

Em 19 de janeiro, o governo federal anunciou a volta da cobrança da Cide (imposto sobre o comércio de combustíveis) e o aumento da alíquota do PIS/Cofins, que resultou em reajuste médio de R$ 0,22 para a gasolina e R$ 0,15 para o diesel.

TARIFAÇO

O QUE ELA DISSE
“Não vai haver tarifaço. Pode ter aumento do preço da gasolina, mas não tarifaço”

O QUE ELA FEZ
Anunciou quatro medidas de aumentos de impostos, que devem gerar R$ 20,63 bilhões de aumento da arrecadação para União neste ano. Medidas afetam o preços da gasolina e do álcool, encarecem o crédito para a pessoa física e eleva os tributos sobre as importações.

 pacote trouxe aumento de IOF sobre operações de crédito para o consumidor de 1,5% para 3%, e do PIS/Cofins sobre importações de 9,25% para 11,75%.

Juros e inflação

Discurso na campanha

Dilma acusou o partido de seu principal adversário, Aécio Neves (PSDB), de “plantar inflação para colher juros”. Ao mesmo tempo, negou haver descontrole inflacionário no país, bem como rechaçou a possibilidade de aumentar juros.

Realidade no governo

 vitória no segundo turno, o Copom aumentou a taxa Selic de 11% para 11,25% ao ano. Hoje, depois de mais duas altas, a taxa básica está em 12,25%. A justificativa: controlar a inflação. Especialistas, porém, preveem índice inflacionário de 3,26% só para o primeiro trimestre, ou seja: quase 50% da meta prevista pelo governo para todo ano de 2015.

TAXA DE JUROS

O QUE ELA DISSE
“Asseguro que esse povo da autonomia do Banco Central quer o modelo anterior. Querem fazer um baita ajuste, um baita superávit primário, aumentar os juros para danar, reduzir empregos e reduzir salário. Para eles, emprego e salário não garantem produtividade”

O QUE ELA FEZ
O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou a taxa básica de juros, a Selic, em 0,5 ponto percentual, passando de 11,75% para 12,25%.

Direitos trabalhistas

Discurso na campanha

Em reunião com empresários, Dilma garantiu que não mudaria direitos trabalhistas.

Realidade no governo

 seguro-desemprego, pensão por morte e auxílio-doença. As medidas foram tomadas em nome da “sustentabilidade da Previdência”.

LEIS TRABALHISTAS

O QUE ELA DISSE
“Quando se mudam as relações de trabalho, a legislação tem que mudar. Essas mudanças na legislação não podem comprometer direitos. Se essas mudanças precisam ser feitas para garantir que todas as alterações sejam absorvidas, eu acredito que sim. Agora vamos ter clareza disso: 13º, férias e horas extra, (não se muda) nem que a vaca tussa.”

O QUE ELA FEZ
Em 29 de dezembro, a presidente anunciou um pacote de ajustes nas regras para acesso a abono salarial, seguro-desemprego, seguro-desemprego do pescador artesanal, pensão por morte e auxílio-doença

Política econômica

Discurso na campanha

Dilma criticou duramente Marina Silva (PSB) e Aécio Neves por suas propostas para a economia. Dizia que Neca Setúbal, herdeira do Itaú e conselheira de Marina, e Armínio Fraga, anunciado como ministro da Fazenda de Aécio, influenciariam políticas em favor do mercado.

Realidade no governo
Nomeou Joaquim Levy, economista tido como ortodoxo e alinhado ao pensamento de Armínio, como ministro da Fazenda de seu segundo governo.

Energia elétrica

Discurso na campanha

Não só na campanha, mas durante todo o primeiro governo, Dilma afirmava que a energia não subiria e que o país estava preparado para a demanda necessária ao crescimento.

Realidade no governo

Em 19 de janeiro, um apagão atingiu metade do país: 11 estados e o Distrito Federal. No dia 20, o Brasil importou energia da Argentina. A partir do primeiro dia do ano já entrara em vigor o sistema de bandeiras tarifárias. Se o consumo de energia subir, o consumidor paga mais caro. A Aneel já aprovou também pedido de reajuste extraordinário feito pelas distribuidoras.

EDUCAÇÃO

O QUE ELA DISSE
“Ao bradarmos ‘Brasil, pátria educadora’ estamos dizendo que a educação será a prioridade das prioridades.”

O QUE ELA FEZ
Bloqueou R$ 7 bilhões do orçamento anual do Ministério da Educação.

TESOURADA

Ao bradarmos ‘Brasil, pátria educadora’ estamos dizendo que a educação será a prioridade das prioridades”, afirmou a presidente reeleita em seu discurso de posse. Dez dias depois, no entanto, o setor que foi alçado à condição de prioridade máxima no segundo mandado da petista foi o alvo da primeira rodada de corte de despesas deste ano.

O decreto presidencial editado no dia 8, bloqueou um terço dos gastos administrativos da nova gestão, sendo que a pasta da educação teve o maior corte. O bloqueio será de R$ 7 bilhões para a pasta da educação em 2015. A medida também fez parte da política de contenção de gastos do governo federal para equilibrar as contas do Estado. O corte representa a redução de 7% do que estava previsto para a educação.

6. Promover o desemprego para favorecer as condições de negociações dos empresários com os trabalhadores e os sindicatos.

Com as MENTIRAS da campanha e o aumento brutal de impostos promovido pelo governo, certamente, haverá demissões, pois, ao contrário de uma mentira anterior, os salários têm, sim, impacto significativo na folha e na lucratividade das empresas.

7. Reduzir os bancos públicos a um mínimo, como disse o Arminio. O que significa também cortar muito os recursos para as políticas sociais, que só podem ser realizadas através de bancos públicos.

Com o aumento de impostos os “bancos públicos” terão de arcar com as mesmas taxas de juros. Demissões no setor bancário público e diminuição de salários, que, como na iniciativa privada, também têm peso significativo nos custos das “empresas públicas”.

8. Assinar Tratado bilateral de Livre Comercio com os Estados Unidos, saindo do Mercosul e rompendo todos os acordos de integração regional com os países latino-americanos, deslocando o comercio do Brasil para os EUA como parceiro fundamental.

Já que a ideia foi dada, concordo. Ser associado a países em processo de socialização, empobrecimento geral das populações, aumento das dívidas internas e externas, desindustrialização, dentre outros males da politização imbecil da economia, é uma excelente SAÍDA para o Brasil.

9. Endurecer a repressão com os sindicatos e os movimentos sociais que resistirem a essas medidas.

Todos sabem que os comunistas são inimigos de quem não se submete. Como os sindicatos têm, justamente, esta missão – não se submeter -, podem esperar violência contra os sindicatos.


10. Instaurada a recessão, com as políticas de austeridade, voltar a tomar empréstimos do FMI, com as cartas de intenção respectivas e os cortes dos gastos sociais do Estado requeridos.


É um plano para voltar aos anos de terror econômico e social dos anos 1990, nos quais Arminio Fraga foi personagem central. Tudo seria feito colocando a culpa nos gastos sociais excessivos dos governos do PT e nos aumentos salários desmedidos por parte dos sindicatos.

Colocado em prática o plano de terror, o Brasil voltaria à recessão, à miséria, ao endividamento com o FMI, à subserviência com os EUA, à repressão dos movimentos populares – como os tucanos promoveram no passado e querem retomar no presente.

Agora que as MENTIRAS ESTÃO COMPROVADAS PELA PRÓPRIA PRESIDENTE, como será que está o conceito de consciente dos petralhas?

Anúncios

Deixe uma resposta. Participe do debate em http://www.subsistencia.org/mailman/listinfo/plbr_subsistencia.org/.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

MAC, iOS & Linux

Suporte Remoto - Instalação - Segurança de Dados - Computadores e Acessórios

The Savvy Sister

Simple changes for healthy living

Tech World

Yet another tech blog

Ceticismo Político

Análise política para adultos

Falando em Justiça Fiscal...

Espaço de discussão e promoção da Justiça Fiscal no Brasil

Eight to Late

Sensemaking and Analytics for Organizations

C.c

COISAeCOUSA

Moved by Freedom - Powered by Standards

A weblog by Charles-H. Schulz.

Hildegard Angel

Pode não ser a melhor opinião, pode não ser a sua opinião, mas esta é uma coluna com opinião!

Existential Type

Thoughts from an existential type.

Vijay's Tech Encounters

My Encounters with Hardware and Software

Life of a Geek Admin

The Adventures of a True Geek Administrator

The PBX Blog

Collaboration, evolved.

Logiscon

Consultoria Logística, Treinamento e Cursos

Instituto Liberal

Problemas Sociais - Soluções Liberais

Agência Liberal de Notícias Brasil

Porque notícias também devem ter ideias

%d blogueiros gostam disto: