Skip to content

STF libera piada com candidatos em TV e rádio

1 de setembro de 2010

Do STF, via InterNet:

STF libera piada com candidatos em TV e rádio
Extraído de: OAB – Rio de Janeiro – 30 de Agosto de 2010

Da revista Época

29/08/2010 – Os humoristas estão liberados para fazer piada com os candidatos na TV e no rádio. Pelo menos até o Supremo Tribunal Federal (STF) julgar o mérito da ação direta de inconstitucionalidade (Adin), ajuizada pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), contra a proibição de “trucagem, montagem ou outro recurso de áudio ou vídeo que, de qualquer forma, degradem ou ridicularizem candidato, partido ou coligação”. O ministro Carlos Ayres Britto liberou na quinta-feira (26) as emissoras de rádio e televisão para fazerem humor com os envolvidos nas eleições.

A decisão, em caráter liminar, também deu uma nova interpretação a outro dispositivo questionado na Adin. Segundo a Lei das Eleicoes, de 1997, questionada pela entidade, as emissoras também ficavam proibidas, pelo mesmo período (a partir de 1 de julho do ano eleitoral), de “difundir opinião favorável ou contrária a candidato, partido, coligação, a seus órgãos ou representantes”.

Para Ayres Britto, a nova interpretação para esse dispositivo é que “se considera conduta vedada, aferida a posteriori pelo Poder Judiciário, a veiculação, por emissora de rádio e televisão, de crítica ou matéria jornalísticas que venham a descambar para a propaganda política, passando, nitidamente, a favorecer uma das partes na disputa eleitoral, de modo a desequilibrar o ‘princípio da paridade de armas'”.

A decisão entra em vigor imediatamente devido ao pedido de liminar e deverá ser analisada no mérito, posteriormente, pelos demais ministros. O julgamento no plenário do STF deve acontecer na semana que vem.

Alguns humoristas já comentaram a decisão no Twitter. Marcelo Tas, apresentador do CQC, escreveu: “Ministro do Supremo decreta suprema verdade: humor não faz mal à democracia. Vitória,” cumpanheros “palhaços!” Helio de La Peña, do programa Casseta & Planeta, comemorou com piadas: “Fim da censura ao humor nas eleições. Quero @fabioporchat pra presidente!” e “Alô humoristas, próximo passo é liberar o beijo gay nas novelas!”. Fabio Porchat, o comedidante citado por La Peña, afirmou que é preciso “parabenizar a Abert”.

Autor: Da revista Época”

É por isto que é uma concessão pública.

Em algum momento, êstes patrões financiaram as campanhas de quem criou o mecanismo das concessões.
Muitos dos “políticos” que estão no “govêrno” hoje ajudaram a escrever a CF88 que determina as concessões.
Então, tinham uma agenda “política” e um projeto de poder que passava, necessariamente, pela alteração da legislação que vigia até 1988 para um cenário mais favorável aos interêsses dos marxistas (comunistas e nacionais-socialistas do PT e adjacências ideológicas).
Como os marxistas só conhecem o capitalismo, e não puderam mais do que se opor ao capitalismo, atacaram os mercados e impediram o desenvolvimento sustentável do Brasil por meio da intervenção do Estado na economia – e de resto, na sociedade tôda, pois tudo está interligado, pressionaram para incluir no texto constitucional cláusulas proletárias.

Lembram da taxa de juros “social” de 12%?

Impediu que o mercado … baixasse os juros!!!

Assim, na afirmação “os humoristas … fazer politicagem paga e totalmente tendenciosa e se tornam cabos eleitorais a mando de seus patrões, que usam uma concessão pública para elegerem seus candidatos” vemos que são os MESMOS humoristas que defendiam os valôres do proletariado e ajudaram a criar o sistema de intervenção econômica e concessões públicas.

Os patrões que usam as concessões para elegerem seus candidatos são os mesmos patrões que apóiam o nacional-socialismo do PT, vide os dois têrços da FIESP que apóiam o que está aí.
Vai ter “empresário” “superintendente da BrinquedoBRAS”…

“A verdadeira democracia está em proibir estes pseudos humoristas oportunistas de hora de eleiçao a serviço de oligarquia globistas e bandeirantistas”.

Para um nacional-socialista (ou comunista) você até que tem alguma leitura sôbre o que não é uma democracia.

“Assim como a outra parte nao tera o mesmo tempo para se defender ou replicar eu me pergunto:-Que democracia é esta??????”

É a democracia que os mesmos nacionais-socialistas e comunistas ajudaram a implantar – por seus próprios motivos nada nacionalistas – e que diz que todo cidadão tem o direito de reivindicar na justiça o respeito aos seus direitos.

Pelas manisfestações aqui publicadas vê-se que não existe o menor respeito às Leis e que a “vontade” dos nacionais-socialistas e comunistas é que deveria valer contra a “vontade” – não-democrática – dos “patrões” e dos humoristas.

Talvez vocês sejam muito jovens e não lembrem Jô Soares fazendo humor CONTRA AS AUTORIDADES que concederam os canais de rádio e tv onde êle atuou.

Isto é, durante o regime militar tinha mais democracia do que agora, já que vocês não estavam lá para “PROIBIR” a imprensa de publicar o humor contra os “candidatos” de vocês.

“Hoje, como disse Napoleão, “Tenho mais medo de 3 jornais do que de cem baionetas.”” e tem mesmo de ter mêdo.

E é por isto que os nacionais-socialistas e comunistas têm mêdo da imprensa mas não deixam de investir em ter sua própria imprensa.

Mas como os jornais nazistas e comunistas não vendem como os jornais capitalistas, os nazistas e comunistas voltam-se contra a imprensa que vende … para proibir de vender…

Ao invés de PROIBIR o debate porque vocês não convidam um Liberal para um debate político?

Vocês já notaram que os nacionais-socialistas e comunistas não vão aos debates quando têm de enfrentar os Liberais?

Numa democracia a imprensa não é PROIBIDA.

“É proibido proibir..”, lembra?

“Não existe pecado no lado debaixo do Equador…”, lembra?

O Equador não tem “embaixo”, foi referencial impôsto ao mundo por quem disse que o Sul fica em “embaixo”.

No Universo não existe “em baixo” ou “em cima”.

Como Lulla conduz a questão das concessões?

“Em junho deste ano, no entanto, Lula requisitou à Câmara dos Deputados a devolução de 227 processos de renovação de concessões de rádio e TV que estavam prestes a serem rejeitados por problemas na documentação, 75 dos quais envolvendo concessões de rádio vencidas há mais de dez anos. Diversas concessões são de parlamentares ou seus familiares, como o deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA), que a base governista ajudou a conduzir, em 2005, à presidência da Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI), responsável pela outorga e renovação de concessões de rádio e TV.
No período da gestão da CCTCI, que se encerrou em março de 2006 com Jader Barbalho como presidente – cuja família detém as concessões da Rádio Clube do Pará, da Rádio Carajás FM e da Rede Brasil Amazônia de Televisão, todas vencidas –, além dele, outros 10 deputados, entre os 40 que compõem a comissão eram concessionários de rádio ou de TV. Embora o artigo 54 da Constituição proíba parlamentares de terem concessões públicas, somando-se as duas casas da atual legislatura do Congresso (2003-2006), são quase 80 concessionários: 28 senadores – mais de um terço dos titulares do Senado –, de acordo com pesquisa do Instituto de Estudos e Pesquisas em Comunicação (Epcom), e 51 deputados federais – dois deles, bispo Rodrigues (PL-RJ) e José Borba (PMDB-PR), renunciaram ao serem acusados de envolvimento com o mensalão –, segundo levantamento do Núcleo de Estudos de Mídia e Política (Nemp) da Universidade de Brasília (UnB).

Alguns parlamentares, contudo, sequer se dão ao trabalho de se desligar do veículo. É o caso do próprio atual ministro das Comunicações e senador licenciado, Hélio Costa, que só formalizou o afastamento da rádio FM ABC, de Barbacena (MG), após a divulgação da pesquisa que incluía seu nome ao lado de outros caciques do Congresso.

O período em que ACM foi ministro das Comunicações, quando Sarney era o presidente da República, é apontado por Görgen como o início do fenômeno da “bancada da mídia”. “Antes disso, as concessões não estavam ligadas a políticos ou a grandes grupos econômicos, mas a algum jornalista ou comunicador”. Entre 1985 e 1988, quando ainda era atribuição exclusiva do poder executivo a outorga de concessão de rádio e TV, o presidente Sarney outorgou mais de mil concessões, 168 delas para veículos de parlamentares que o ajudaram a aprovar a emenda constitucional que deu a ele cinco anos de mandato.” http://www.comciencia.br/comciencia/?section=8&edicao=18&id=189

Atente para os detalhes:

1 – ““Antes disso, as concessões não estavam ligadas a políticos ou a grandes grupos econômicos, mas a algum jornalista ou comunicador””;

2 – “Entre 1985 e 1988, quando ainda era atribuição exclusiva do poder executivo a outorga de concessão de rádio e TV; e
3 – “o presidente Sarney outorgou mais de mil concessões”, ou seja, os políticos que fizeram a CF88 é que promoveram a corrupção no mercado de mídia.”

Note que ANTES de 1985 É O PERÍODO DE REGIME MILITAR, eu que as concessões NÃO ERAM CONCEDIDAS PARA POLÍTICOS!

E agora: quem é o mentiroso?

Costumo dizer que há mais de 120 anos o povo brasileiro vota nos PIORES PATRÕES e nos PIORES EMPREGADOS para governar o Brasil.

Está na hora de escolher os MELHORES CANDIDATOS!

Em outubro, VOTA NULO!

Federalista@Marcio.eng.br


Analista de Sistemas e Técnico em Estradas
Pós-graduado em Gerência Executiva em Transportes e Mobilização – GETRAM – Logística em Transportes
Provedor de Serviços na InterNet em: EquipeLinux.com – Subsistencia.org – ViaBsb.com

EquipeLinux@EquipeLinux.com
EquipeLinux@Skype.com
SIP:ViaBsb@Ekiga.net
SIP:ViaBsb@iptel.org

Contato em

Federalista@Marcio.eng.br

Anúncios
No comments yet

Deixe uma resposta. Participe do debate em http://www.subsistencia.org/mailman/listinfo/plbr_subsistencia.org/.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The Savvy Sister

Simple changes for healthy living

Tech World

Yet another tech blog

Ceticismo Político

Análise política para adultos

Falando em Justiça Fiscal...

Espaço de discussão e promoção da Justiça Fiscal no Brasil

Eight to Late

Sensemaking and Analytics for Organizations

C.c

COISAeCOUSA

Moved by Freedom - Powered by Standards

A weblog by Charles-H. Schulz.

Hildegard Angel

Pode não ser a melhor opinião, pode não ser a sua opinião, mas esta é uma coluna com opinião!

Existential Type

Thoughts from an existential type.

Vijay's Tech Encounters

My Encounters with Hardware and Software

Life of a Geek Admin

The Adventures of a True Geek Administrator

The PBX Blog

Collaboration, evolved.

Logiscon

Consultoria Logística, Treinamento e Cursos

Instituto Liberal

Problemas Sociais - Soluções Liberais

Agência Liberal de Notícias Brasil

Porque notícias também devem ter ideias

CONFEI - Conselho Federal de Informática

Movimento #CONFEI Todos a favor da Criação do Conselho Federal de Informática do Brasil

%d blogueiros gostam disto: